quinta-feira, 25 de abril de 2013

Epistola aos Hebreus



Esboço da reflexão do culto familiar
abril de 2013
Por Taciano Cassimiro

Autoria: Paulo, Barnabé, Apolo, Silas,Áquila, Clemente de Roma ou o casal Áquila e Priscila?
Permanece em segredo a autoria.
Curiosidade: Pra Martinho Lutero Apolo foi o autor.
Data: ano 70, ou antes.
Qual Propósito?
Os hebreus eram cristãos judeus que viviamna Itália Hb 13.24.
E estavam de certa forma sendo influenciados a deixar o evangelho e voltar aos rudimentos da Lei e do judaísmo místico. Logo a carta é escrita com o fim de evitar um declínio na fé dos hebreus.
Capitulo I – A Superioridade de Cristo

      1.      O Filho é a revelação superior
“...Deus falou...”
Aos pais pelos profetas.
Deus usou diversas formas de revelações no Antigo e Novo Testamentos:
·         Revelação natural
·         Sonhos
·         Revelações
·         Profecias
Entretanto Cristo é a revelação superior Hb 1.2,3.
·         O filho é o criador e sustentador do universo V3
·         Sua obra de purificação atesta sua superioridade v4

Pilares de sua superioridade: caráter como criador, mantenedor, redentor e governador do universo.

     2.      O Filho é superior aos anjos

·         Entendimentos errados acerca dos anjos ( judaísmo e helenismo gnóstico )
Cristo é maior que os anjos:
    1.      Porque o Pai o chamou de Filho v5
    2.      O Pai ordenou que os anjos o adorassem v6
    3.      O Pai deu ao Filho tarefa de governo superiorv8,13
Os anjos são colaboradores de Deus v7,14
O Filho é o próprio Deus, é o criador, o sustentador, redentor e o governador de todas as coisas.


segunda-feira, 22 de abril de 2013

A SEARA É GRANDE, MAS ONDE ESTÃO OS CEIFEIROS?



Sermão pregado na Igreja Presbiteriana de Tailândia abril de 2013 

No ano de 1555 Latimer com 64 anos foi amarrado ao mesmo poste com Ridley, mais novo que ele, estes dois servos de Cristo foram sentenciados a morte “ ...a proporção que o fogo ia ardendo em volta deles, iam-se animando mutuamente no Senhor. Ridley sofreu mais porque a lenha empregada para o seu martírio era verde, e bem precisava das consolações do seu irmão: “ Tenha coragem, Mestre Ridley”, dizia Latimer. Havemos de hoje acender uma tal luz na Inglaterra, pela graça de Deus , que espero que nunca há de se apagar”. Algum tempo depois de Latimer ter cessado de falar, ouviram Ridley gritar na sua agonia: “ Aproximem mais o fogo; é lento demais!” Mas por fim as chamas alcançaram a pólvora que lhe tinham posto a roda do pescoço, e os seus sofrimentos finalmente acabaram.
Temos lido o texto bíblico e aqui faço algumas simples perguntas:
Onde estão os homens e mulheres de oração de nosso século?
Onde estão os evangelistas, os crentes apaixonados pelo Ide?
Onde estão os professores apaixonados pela Escola Dominical?
Onde estão os operários do reino de Deus?

No contexto imediato Jesus diz que o seguidor “ Cristão “ precisa estar preparado e disposto a sofrer privações, renunciar o eu em todas as suas formas, e disposto a perseverar. Lc 9.57-62

No capitulo 10 de Lucas o Senhor envia os setenta para preparar o caminho, pois Jesus iria passar pelas cidades, aldeias e vilas por onde passariam os discípulos.

Embora Jesus tivesse um grande número de seguidores ele surpreende os tais com a seguinte afirmativa “ A Seara é grande, mas os trabalhadores são poucos “.
O que é Seara:
Seara significa um campo semeado, são cereais que já foram semeados na plantação e já nasceram, ou então uma pequena porção de terra cultivada.
Seara grande é um fato
Poucos ceifeiros é outro fato 
Extranho é que a grande da seara deveria ser completada por um grande número de ceifeiros. Mas, infelizmente a ideia que temos aqui é que a grandeza da seara excluí o número necessário de trabalhadores. Dando a ideia de que embora o trabalho seja, ou será feito, o será com mais dificuldades, as duras penas, no sacrifício, no muito esforço.

O TEMA DE NOSSA MENSAGEM É “ A SEARA É GRANDE, MAS ONDE ESTÃO OS CEIFEIROS”?

Respondemos esta pergunta da seguinte forma:

    1.    Estão se escondendo dos lobos
Os cristãos modernos são aversos a ideia de dor, sofrimento, tristeza e privações ainda que seja por causa do reino. Parece que existe um tipo de hedonismo “ cristão” que o fazem buscar somente o prazer, o sucesso, e quando estão diante do perigo não sabem como agir, como reagir e assim se postar de forma correta.
John Knox foi ordenado em 1536, em seu ministério atacou os erros da Igreja Romana; foi proibido de pregar aos domingos como forma de retaliação por parte das autoridades; Knox não relutou. Simplesmente passou a dirigir cultos durante a semana. A maioria dos habitantes de Edimburgo se converteram ao protestantismo; Knox foi perseguido e preso em 1547; em 1549 foi solto e assim que chegou voltou a pregar na Inglaterra, com isso famílias inteiras atravessavam a fronteira da Inglaterra para ouvir a pregação do evangelho. Knox o patriarca do presbiterianismo não se escondeu dos lobos, de Maria Tudor, a católica.
Ainda há mais relatos à exemplo o da revolução na Escócia presbiteriana no período do rei Tiago II que conquanto haja incontáveis relatos de perseguição, pode ser comprovado que no mínimo 362 pessoas foram executadas judicialmente. Outras 498 foram o que é delicadamente chamado de “ despachados para o campo “. Outros 680 morreram lutando. Foram banidos de reino 750. E no mínimo 1.700 foram deportados em navios para as colônias. Outros 2800 foram presos. Além disso, muitos outros morreram em durante suas andanças para fugir.
O enforcamento do Rev. James Renwick, de apenas 26 anos de idade, no ano de 1688 foi um dos últimos martírios. A perseguição ao povo de Deus foi ampla e severa.
Fomos chamados para o combate, para guerra, para luta contra o mal em todas as suas formas. O cristão que se esconde dos lobos ao invés de enfrentá-los não entendeu nada do evangelho, do seu chamado, nem da sua tarefa no reino.

    2.    Estão confiando em seus próprios recursos V.4
“ Não leveis “ – indica fé na providencia de Deus
Cada vez mais o povo de Deus confia menos em Deus
Aprendemos na Bíblia alguns nomes de Deus que nos ajudam a compreender a vastidão de seus cuidados:
  • Magen Avraham — "Escudo de Abraão".
  • YHWH-Yireh (Yahweh-Yireh) — "YHWH provê" (Gênesis 22:13, 14).
  • YHWH-Rapha" — "YHWH cura" (Êxodo 15:26).
  • YHWH-Nissi (Yahweh-Nissi) — "YHWH nossa bandeira" (Êxodo 17:8-15).
  • YHWH-Shalom — "YHWH, a nossa paz" (Juízes 6:24).
  • YHWH-Tzidkenu — "YHWH, nossa Justiça" (Jeremias 23:6).
  • YHWH-Shammah — "YHWH está presente" (Ezequiel 48:35).
  • Kaddosh Yisrael — "Santo de Israel".
  • Avinu Malkeinu- Pai Nosso, Rei Nosso
  • Elohei Avraham, Elohei Yitzchak ve Elohei Ya`aqov — "Deus de Abraão, Deus de Isaque e Deus de Jacó"
Por meio destes e de outros percebemos os cuidados de Deus sobre nossas vidas. Entretanto o povo tem confiado mais em seus méritos, em sua capacidade de conquistar as coisas. Se perceberem vão ficando cada vez mais cheios de si, e vazios de Deus, cheios de sonhos sem Deus e prestes a serem visitados por enormes pesadelos.
O que nos ensina o sermão do monte? Este sermão nos ensina que servimos a um Deus poderoso, bondoso, pastor e provedor. Senão vejamos:
"Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa? Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?
Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? "Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal".  Mateus 6:25-34
Quanto mais buscamos e vivemos para o Senhor mais confiaremos Nele.

    3.    Estão sonegando a mensagem do REINO DE DEUS
Sonegar siginifica:
1.     Ocultar, deixando de mencionar
2.      Subtrair, tirar a esssência, sem renúncia ( Qual é a essência do evangelho ? )
Que evangelho está sendo pregado em nossos dias?
O evangelho de Jesus?
Ou o evangelho que amaldiçoa ao invés de abençoar, que aliena ao invés de reconciliar o homem com Deus, com a liberdade e com a vida. Evangelho das sessões de descarregos, dos corredores e tapetes de fogo; de homens megalomâniacos que trazem sobre si e sobre seus seguidores justa condenação.
O evangelho está sendo sonegado. E quando a igreja não anuncia, não vive, não encarna o evangelho ela é culpada.
Vejamos um exemplo de dedicação, vida e amor a obra de Deus:
Rev. Ronaldo Lidório " Estive recentemente visitando uma região próxima a Maraã no coração da Amazônia onde vivem os Kambeba, Kokama e Miranha. Eram tidos, até pouco tempo atrás, como grupos indígenas ainda não alcançados pelo evangelho. Tamanha foi minha surpresa ao chegar entre eles e ver ali a presença de uma forte igreja evangélica, que louva a Deus com fervor e amor. Procurando os autores daquele trabalho missionário nos apontaram alguns crentes ribeirinhos, especialmente o Sr. João, como é conhecido.

Fui entrevistá-los. Pessoas simples, alguns ainda iletrados, mas com tremenda paixão pelo Senhor Jesus. Viviam em um "flutuante" formado por um cômodo apenas e, além das redes, possuiam somente uma cadeira e uma panela.
Contaram-me então como, através do escambo e comércio com os indígenas, conseguiram lhes transmitir o evangelho e plantar ali uma forte igreja.

Perguntei-lhes: "Mas como vieram parar aqui, em região tão distante ?" Responderam- me: "viemos ganhar a vida".

"E como está a vida" – lhes perguntei. "Vai muito bem. Já plantamos 6 igrejas".

Aqueles eram missionários sem sustento, aplausos ou reconhecimento. Eram servos de Jesus que confundiam o ganhar da vida com o ganhar de almas. Homens que passavam privações profundas para que o evangelho chegasse até ao final do rio Maraã.maracanã

Que Deus nos ajude a seguir os exemplos de homens e mulheres que dedicaram suas vidas na obra do Senhor. A seara é grande, há muita gente sofrendo nos hospitais, nas delegacias e presídios de nosso país, e nós fomos chamados para trabalhar e por meio do serviço nosso pai celestial ser glorificado.


sexta-feira, 19 de abril de 2013

O PREÇO DO DISCIPULADO




Mateus 16.24

 Por Taciano Cassimiro
Igreja Presbiteriana de Tailândia-PA, Brasil  14 de abril de 2013

Exórdio
 Nosso Senhor Jesus nos foi exemplo em tudo: na sua renuncia, nas suas palavras e ações.


Este evangelho provavelmente escrito no ano 60 D.c por Mateus em hebraico. Alguns pais da igreja primitiva a exemplo de Papias que foi discípulo de João admitiu que foi escrito por Mateus.

Quem foi Mateus?

Lucas 5.27-32

Foi um publicano ( ordinários extorquidores e odiados pelos judeus ) que

Deu um grande banquete a Jesus em sua casa Mt 9.9-13;

E deixou tudo para segui-lo.


Diz a tradição que Mateus pregou na Palestina por alguns anos e depois viajou por outros países.

Embora seja importante sabermos destes detalhes, entretanto não é do nosso interesse expor a vida de Mateus. Mais de extrairmos de seus registros algumas lições concernentes ao discipulado, lições que geralmente esquecemos-nos durante a caminhada. Lembra-las ou esquecê-las pode ser e é uma questão de vida ou morte.

O que é ser um discípulo?

Quais as implicações do discípulado?

E qual o preço do discípulado?

Vejamos o preço do discípulado:

      1.      Primeiro, negar-se a si mesmo ( aspecto negativo )

Talvés este seja um dos maiores desafios de um filho de Deus. O Mundo diz: “Seja realizado e agrade a si mesmo!”

Negar o próprio “eu”.

Nas palavras de Paulo podemos compreender isso melhor “ Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:20

Vejamos um exemplo do que isto significa no sermão do monte em Mateus 5.38-42

Calvino não tinha outra arma senão a Bíblia... Ele pregava a Bíblia todos os dias, e, sob o poder desta pregação,a cidade começou a ser transformada. Conforme o povo de Genebra adquiria conhecimento da Palavra de Deus e era transformado por ela, a cidade tornouse,como John Knox chamou-a mais tarde, uma Nova

Jerusalém, de onde o evangelho espalhou-se para o restoda  Europa, para a Inglaterra, e para o Novo Mundo.1

— James Montgomery Boice

Calvino morreu aos 54 anos em 27 de maio de 1564, nos braços de Theodore Beza, seu sucessor. Relembrando a vida de Calvino, Beza concluiu:

Por ter sido um espectador de sua conduta durante dezesseis anos, tenho dado fiéis informações sobre sua

vida e morte, e posso declarar que nele todos os homens podem ver o mais belo exemplo de caráter cristão, um

exemplo que é tão fácil de caluniar quanto difícil de imitar.19


      2.      Segundo, tomar a cruz ( aspecto positivo )

Tomar a cruz significa identificar-SE com o Senhor em sua vida e sofrimento. Este aspecto é positivo embora traga uma idéia de dor.

Quem toma a cruz tem as marcas da cruz “Gl 6.17 Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus”.
Disse Campbel Morgan “ só o homem crucificado pode pregar a cruz “.

Disse Tomé: Jo 20.24 - Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. 25 Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.


O Dr. Parcker de Londres disse que o que Tomé disse acerca de Cristo. O mundo está dizendo da igreja. A identidade cristã busca tornar experiêncial a palavra do apostolo de Paulo “ Gl 2. 20 Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Qual é a maior necessidade da igreja de Cristo hoje ? “ As Marcas de Cristo “.


      3.      Terceiro, seguir a Cristo ( aspecto progressivo )

O terceiro preço é o de seguir, e seguir não é fácil. Este convite não é para seguir um líder religioso, não é para seguir um grande cantor de MPB, coontry ou Rock Hol. Também não é para seguir um estadista renomado à exemplo de Nelson Madela ou a um grande presidente de uma grande nação como USA. 

Seguir, é o convite para seguir o mestre, o governador e sustentador de todas as coisas. Aquele que verteu seu sangue por mim e por vocês, Jesus Cristo.

Seguir é um sério compromisso com Cristo, porém, nem todos o desejam. Pois há aqueles que aceitam segui-lo como Mateus; e os que se apegam as riquezas, a posição social, ao seu eu e assim dizem NÃO, eu não quero te seguir Jesus.

Quando Jesus pôs a prova os que queriam segui-lo “Quando Jesus viu a multidão ao seu redor, deu ordens para que atravessassem para o outro lado do mar. Então, um mestre da lei aproximou-se e disse: "Mestre, eu te seguirei por onde quer que fores". Jesus respondeu: "As raposas têm suas tocas e as aves do céu têm seus ninhos, mas o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça". Outro discípulo lhe disse: "Senhor, deixa-me ir primeiro sepultar meu pai". Mas Jesus lhe disse: "Siga-me, e deixe que os mortos sepultem os seus próprios mortos". Entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram.
Mateus 8:18-23

Conclusão: VIDEO.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...